UVAS

Uvas tintas

Cabernet Sauvignon

Merlot

Malbec

Syrah

Pinot Noir

Gamay

Carmenere

Cabernet Franc

Tannat

Tempranillo

Sangiovese

Nebbiolo

Esta uva espanhola tem diversos sinônimos dentro e fora da Espanha. Por exemplo, em Portugal na região do Douro chama-se Tinta Roriz. Já no Alentejo, passa a ser Aragonês. É a grande uva nas famosas regiões espanholas de Rioja e Ribera Del Duero. Fora da península Ibérica, mostra-se com algum sucesso na Argentina. Seus vinhos podem apresentar estilos diversos. Geralmente, vão de médio a bom corpo, rico em frutas, especiarias e ervas. Casam-se muito bem com a madeira (barrica de carvalho), apresentando notas de baunilha e tostados. [x]

É a grande uva da região italiana da Toscana, moldando os famosos Chiantis e Brunellos. Seus vinhos vão desde os relativamente leves, até os mais encorpados. Tem boa acidez, aromas de ervas, especiarias e um toque floral de violeta. Fora da Itália, é pouco cultivada, não apresentando resultados animadores. [x]

Uva nobre da região italiana do Piemonte, responsável pelos famosos Barolos e Barbarescos. São vinhos austeros, tânicos e de boa acidez. Os melhores devem obrigatoriamente envelhecer. As tentativas de cultivo em outros países são tímidas e desanimadoras. [x]

Touriga Nacional

Atualmente, a uva portuguesa mais badalada. Sua origem confunde-se entre a região do Douro e Dão. Gera vinhos bastante coloridos, aromas elegantes, bem equilibrados e encorpados. Fora de Portugal, as tentativas são bastante tímidas. [x]

Uvas brancas

Chardonnay

Sauvignon Blanc

Riesling

Pinot Grigio

Sémillon

Moscatel

Palomino

Esta é a uva espanhola dos grandes vinhos de Jerez. São vinhos fortificados com as denominações Fino, Manzanilla, Amontillado, Palo Cortado e Oloroso. Os aromas e sabores são muito peculiares. São extremamente secos, revigorantes e excelentes aperitivos para acompanhar as chamadas tapas (típicas entradas e petiscos espanhóis). [x]